Camaçari

Gerência realiza acolhimento à comunidade LGBT de Camaçari

Escrito por Sheila Barretto em 10 de Julho de 2019
[Gerência realiza acolhimento à comunidade LGBT de Camaçari]

No dia 28 de junho foi comemorado o Dia do Orgulho LGBT, data que é celebrada mundialmente pela comunidade de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais. Esta data é também o momento de lutar por respeito e contra a violência e discriminação, ainda muito presentes no universo LGBT.

De acordo com o Grupo Gay da Bahia (GGB), no ano passado, foram registradas 420 mortes de integrantes da população homoafetiva e transexual, seja por homicídio ou suicídio decorrente da discriminação. Os dados fazem parte do relatório Mortes Violentas da População LGBT no Brasil.

Para acolher e dar acompanhamento ao público LGBT de Camaçari, a Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania (Sedes), através da Coordenação de Igualdade e Discriminação Racial, criou a Gerência LGBT. O núcleo atende a população LGBT dando encaminhamento para os programas sociais, como explica a assistente social, Lilian Moura.

“Dentro dessa gerência, nós fazemos o atendimento a toda a população LGBT. Qualquer pessoa do segmento que precise de alguma orientação, pode vir até a Sedes e procurar a gerência. Fazemos a abordagem, observamos qual é a demanda e encaminhamos para o serviço, seja Bolsa Família, seja serviços de CRAS, de benefícios eventuais, os programas de complementação de renda e todos os outros serviços sócio assistenciais aqui da Sedes”.

Outro importante trabalho feito pela Gerência LGBT é o encaminhamento das pessoas trans que desejam passar pelo processo de mudança de gênero. O procedimento não é realizado em Camaçari, porém a Gerência encaminha a pessoa para o ambulatório do CEDAP (Centro Estadual Especializado em Diagnóstico, Assistência e Pesquisa), em Salvador, órgão que faz parte da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab).

“Na mudança de gênero, tem um ambulatório que funciona no CEDAP, onde é feito todo o acompanhamento, psicológico, nutricional, com todos os médicos que trabalham e acompanham o processo de mudança. O CEDAP acolhe, faz todo o acompanhamento e estando apta, a pessoa vai pra fazer a cirurgia”, conta Lilian.

Para receber orientações sobre como integrar os programas sociais e outros esclarecimentos, basta procurar a Gerência LGBT no prédio da Sedes, localizado na Avenida Eixo Urbano Central, no Centro de Camaçari.

Compartilhe!