Educação

Sisu oferece 6,8 mil vagas em universidades na Bahia; confira lista completa

Escrito por Pesquisa Web em 24 de Maio de 2019
[Sisu oferece 6,8 mil vagas em universidades na Bahia; confira lista completa]

Quem pretende estudar em uma instituição pública de ensino superior nesse segundo semestre já pode ir se preparando. Na quinta-feira (23), o Ministério da Educação abriu a consulta para as oportunidades do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) em todo o Brasil. Na Bahia, são 6.809 vagas disponíveis em 32 cidades. Preenchidas, elas formarão mais de 220 novas turmas nos diversos cursos. No estado, nove instituições utilizam o Sisu para seleção de alunos, entre estaduais e federais.

Para tentar uma das vagas do Sisu, o candidato precisa ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e não pode ter tirado nota zero na redação. Até o próximo dia 4 de junho, só será possível consultar as vagas. No dia 4, as inscrições serão abertas. Quem for aprovado já começa a fazer a matrícula para o curso no dia 12 de junho. Para se inscrever, o candidato precisa acessar o site oficial do programa (sisu.mec.gov.br) e informar  número de inscrição e senha do Enem  2018.

Da abertura das inscrições no Sisu até o dia 7, os concorrentes poderão selecionar duas opções de curso para tentar uma vaga. As informações no sistema são atualizadas durante o período e o aluno pode mudar de ideia de acordo com sua posição no ranking do curso escolhido. Ou seja, se a nota não for suficiente, há tempo para mudar para uma que se encaixe.

No primeiro semestre deste ano, o Sisu ofereceu mais de 15 mil vagas na Bahia - 4,9 mil delas foram somente na capita. Agora, no segundo semestre, das 6,8 mil vagas no estado, 2.202 são em Salvador. 

A Universidade Federal da Bahia (Ufba) tem o maior número de vagas - 1.532 -, seguida da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), com 1.375, da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), com 1.065, da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), com 1.007, do Instituto Federal da Bahia (Ifba), 990, da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), com 391, do IFBaiano, com 200, da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), 145, e da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), com 104 vagas. Segundo o MEC, o simulador com dados de edições passadas do Sisu ficará fora do ar até o dia 10.

Bloqueio
O número de vagas oferecidas neste segundo semestre não foi afetado pelos bloqueios de orçamento impostos pelo MEC às universidades e institutos federais desde abril. “Podemos dizer que os cortes prejudicam o funcionamento da universidade cotidianamente, mas neste momento eles não afetaram o número de vagas. Continuamos funcionando mantendo o mesmo padrão de qualidade e a mesma quantidade de vagas do semestre passado”, observou Penildon Silva Filho, pró-reitor de Graduação da Ufba.

Ainda segundo o professor, o calendário acadêmico para o próximo semestre também não sofrerá mudanças, pelo menos em seu início. “Apenas a partir de setembro, caso os cortes sejam mantidos, é que alguns setores precisarão deixar de funcionar, porque não há como funcionar sem água, luz, segurança. Mas nós confiamos que esse orçamento será recomposto, estamos dialogando bastante com o MEC para isso”, completa.

Assim como a Ufba, o Instituto Federal da Bahia (Ifba) informou que as limitações orçamentárias não afetaram a quantidade de vagas nem o início dos estudos para os novos alunos. Isto porque os bloqueios incidem no orçamento de custeio e não estariam relacionados à quantidade de vagas oferecidas.

No interior, a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) também informou não haver qualquer alteração na quantidade de vagas. Informações do Correio*

Compartilhe!