Educação

Universidade do sul da Bahia é a mais afetada do País por cortes do MEC

Escrito por Pesquisa Web em 17 de Maio de 2019
[Universidade do sul da Bahia é a mais afetada do País por cortes do MEC]

Com corte de 53,96%, a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), localizada em Itabuna (distante a 642 km de Salvador), no sul do estado, foi a instituição mais afetada no Brasil pelos cortes do Ministério da Educação (MEC), segundo levantamento da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes).

Em nota publicada nesta quinta, a UFSB, que conta com 4.500 alunos de graduação e pós, informou que dos R$ 31.529.663,00, referentes ao orçamento discricionário de 2019, foram bloqueados R$ 17.014.631.00, o equivalente ao percentual de 54%. No entanto, a universidade esclareceu que tem buscado dialogar com o MEC sobre "os impactos e suas implicações na continuidade das atividades institucionais". 

No estado, a Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB) é a segunda instituição de ensino mais afetada pelo bloqueio do governo, com 36,5% do orçamento discricionário afetado. Em seguida, aparece a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), com 31,98%. Fonte: A Tarde*

Compartilhe!