Ciência e Saúde

Sua mente pode fabricar doenças e sintomas em você: conheça o efeito nocebo

Escrito por Pesquisa Web em 23 de Julho de 2019
[Sua mente pode fabricar doenças e sintomas em você: conheça o efeito nocebo]

Você certamente já conhece ou ouviu falar no efeito placebo, quando uma pílula sem qualquer componente químico medicamentoso é administrada em pacientes em experimentos e que resulta, por razões psicológicas, em efeitos positivos para a saúde. Mas sabia que existe, também, um fenômeno chamado efeito nocebo?

O que é o efeito nocebo?

O efeito nocebo seria uma espécie de “primo” do placebo em que o poder da sugestão trabalha de forma negativa, ou seja, pode fazer com que a mente fabrique doenças e sintomas que não existem na realidade.

O fenômeno ainda é pouco estudado pela ciência, mas pesquisas já mostram que, durante um tratamento medicamentoso, alguns pacientes apresentam efeitos adversos indesejáveis que não possuem razão farmacológica.

De acordo com o médico Augusto Pimazoni Netto, coordenador do Grupo de Educação e Controle do Diabetes do Hospital do Rim, o efeito nocebo é caracterizado quando fatores psicológicos do paciente conseguem induzir efeitos negativos sobre a eficácia e/ou a tolerabilidade de um medicamento ou de um tratamento.

O efeito nocebo é, portanto, o oposto do placebo, podendo ser desencadeado por fatores psicossociais e contextuais como, por exemplo, alguma experiência anterior negativa ou de falha no tratamento, levando o paciente a acreditar que os medicamentos para aquela condição apresentam efeitos adversos indesejáveis, explica o especialista.

Um estudo publicado na revista Science mostrou uma das faces curiosas do efeito nocebo: pacientes que receberam um determinado medicamento sentiram efeitos negativos ao descobrirem que o fármaco era mais caro.

Os pesquisadores afirmam que os participantes do experimento, ao receberem a informação de preço do remédio, passaram a acreditar que ele produzia mais efeitos colaterais, já que um medicamento mais caro supostamente continha um agente mais potente e efetivo.

Augusto Pimazoni Netto diz ainda que o efeito nocebo pode reduzir substancialmente a eficácia e a tolerabilidade de um medicamento e comprometer a adesão ao tratamento, resultando, muitas vezes, na suspensão de remédios essenciais para determinado paciente.

Compartilhe!