Ciência e Saúde

Gripe H3N2: o que é, principais sintomas e como se proteger desse tipo de vírus

Escrito por Pesquisa Web em 12 de Março de 2019
[Gripe H3N2: o que é, principais sintomas e como se proteger desse tipo de vírus]

A gripe pode ser causada por diferentes vírus. O influenza A, um dos tipos mais comuns, passou por diversas mutações e o resultado são subtipos com algumas diferenças especialmente em relação aos sintomas. Um destes subtipos é o vírus H3N2.

Gripe H3N2: o que é

O H3N2 é um tipo do vírus Influenza que, só nos Estados Unidos, infectou mais de 47 mil pessoas e provocou diversas mortes, principalmente de crianças e idosos.

Sintomas

Os sintomas provocados por este vírus são os clássicos da gripe:

Febre alta com início agudo

Dor de cabeça

Dores articulares

Constipação nasal

Inflamação de garganta

Tosse

Vômito e diarreia (pouco frequentes e mais comuns em crianças)

Tratamento

O tratamento indicado para a gripe do H3N2 é o mesmo recomendado para todos os casos de influenza sazonais em humanos. Acompanhamento de suporte para casos sem complicação e, sendo necessário, internação e uso de medicamento antiviral específico.

Epidemia

Cada epidemia deve ser acompanhada nas diferentes regiões do país. Porém, de acordo com o virologista Fernando Motta, pesquisador do Laboratório de Vírus Respiratórios e do Sarampo do Instituto Oswaldo Cruz, não há motivo para alarmes.

O especialista explica que o Ministério da Saúde acompanha semanalmente os casos e a evolução dos vírus para estar apto a intervir no caso de uma possível epidemia.

Nova gripe

Apesar de ser chamada por muitos de “nova gripe”, a circulação do H3N2 no Brasil não é novidade. Em entrevista à Agência Brasil, a biomédica Regiane de Paula afirma que o vírus H3N2 circula no país há bastante tempo e o que acontece, na realidade, é uma sazonalidade.

Vacina

A imunização contra o vírus H3N2 já é encontrada na atual vacina da gripe. A imunização já vem com uma composição que abrange esses tipos de vírus vivos.

Todas as pessoas podem tomar a vacina, mas somente os grupos prioritários, determinados pelo Ministério da Saúde, têm direito à imunização gratuita nos postos de saúde de todo o país. São eles: crianças de seis meses a cinco anos de idade, idosos com 60 anos ou mais, profissionais da saúde, professores, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas. Fonte: VIX*

Compartilhe!