Bem vindo, Camaçari, 19 de Julho de 2018

Mônaco escreve que está na hora recomeçar motivados nos potenciais de Camaçari

Escrito por: Raymundo Mônaco - Geral - 12 de Setembro de 2017

CRÔNICAS DA CIDADE”
2017.83 – ANO V

            J.R. MÔNACO
Bacharel em Direito. Consultor
                                                                                                                         
Político. Testemunha Ocular da
História.

CAMAÇARI. É TEMPODE RECOMEÇAR

 

 

“A maior atração de uma cidade
é a qualidade de vida de seus
moradores”.
Jaime Lerner –Urbanista Curitibano.


Sempre que Camaçari enfrenta período subsequente às eleições, os políticos principalmente os detentores de mandatos, se veem às voltas com um adversário implacável conhecido como “promessa de campanha “. No período antecedente, o eleitor cria a expectativa de que tanto a sua vida  como a da sua cidade tendem a melhorar. As vantagens a serem compensadas através do voto, o sonho do emprego na Prefeitura, Câmara dos Vereadores ou mesmo na iniciativa privada torna-se fator relevante transformando-se em obsessão, esta pretensão infelizmente não acolhe a todos.

A QUESTÃO DO DESEMPREGO

Em Camaçari discute-se muito a questão do desemprego, tema louvável por se tratar de assunto ligado à sobrevivência do cidadão e da própria família. Parte desta responsabilidade paira sobre os ombros do prefeito e dos vereadores, é a incumbência de amparar amigos, correligionários, cabos eleitorais, líderes comunitários, candidatos a vereador que não se elegeram e por ai à fora!

Em tese, o sucesso de qualquer prefeito depende do jogo de cintura, sorte, ações dos órgãos a ele subordinados. Obras, serviços, saúde,educação, evolução da sociedade, segurança, proteção à família e outros fatores podem contribuir para o êxito da administração.

Via de regra, sabemos que o prefeito é responsável de qualquer sorte por seus atos e por sua atuação na vida pública. Ao assumir compromissos a lógica exige que os alcaides honrem os compromissos de campanha.  No entanto, promessas difíceis de cumprir  se transformam em aborrecimentos e desilusões.

 

OS IMPECILHOS

O Município de Camaçari tem   hoje uma folha de pagamento altíssima, no limite dos limites.
A crise que supostamente assola o país também nos alcança, finanças reduzidas, a arrecadação sofre com isto, o município passa a caminhar em marcha lenta.

O dinheiro que por aqui circula resume-se aos sofríveis salários da indústria automobilística, das migalhas que   sobram  do Polo Petroquímico e da folha de pagamento de funcionários públicos municipais pendurados em cartões de créditos nos Bancos sem recursos para saldar as dívidas.

 

OS PROBLEMAS DA CIDADE

Com  premente vocação para se tornar uma cidade desenvolvida, a população  vai enfrentando muitos problemas; um deles é auxiliar a administração pública a recuperar o tempo perdido; não esquecer que o  prefeito atual recebeu a Prefeitura com cem toneladas de lixo amontoados nas diversas ruas da cidade, vias esburacadas, postos de saúde sem médicos e remédios, alguns funcionando precariamente, esgotos a céu aberto, praças abandonadas, iluminação pública no caos, enfim , tudo aquilo  que se possa imaginar  estava fora de lugar.

Ademais, acrescente-se a tudo isto, a profunda tristeza do povo de Camaçari que em repudio à administração passada sufragou Elinaldo e Tude com   a maior votação já registrada em nossa história política.

 

AS PROMESSAS DE CAMPANHA

A proposta de campanha continua de pé, a esperança deve permanecer com a população, os problemas de Camaçari são muitos e quem vive o seu dia a dia o sabe muito bem. Pense num fato inusitado e provavelmente teremos um precedente. Reputada pelo prefeito anterior como a terra das oportunidades, o mito se transformou em cruciantes fatos que mudaram a vida de  parte da população, os desafios não pararam. Motivadas pela propaganda milhares de pessoas chegaram a Camaçari sem lenço e sem documento.

A prefeitura de Camaçari possui em seu quadro administrativo valores reconhecidos, não só a turma da velha guarda como os importados somados aos concursados formam um bom plantel, capaz de recuperar o tempo perdido e recomeçar uma nova vida empenhados em colaborar com os programas que podem devolver a auto-estima à nossa gente.

 

O RECOMEÇO

O “Recomeço” tem sempre para a comunidade um sentido especial pode-se dizer que a experiência e os anos de trabalho de antigos funcionários da Prefeitura trarão vantagens importantes para o “Recomeço”, novos caminhos a serem seguidos podem estar no próprio contexto, é só aproveitar experiências anteriores, recomeçar não é difícil.

Temos exemplos de cidades da Bahia com arrecadações inferiores a Camaçari que souberam recomeçar despontando como grandes cidades sobre o qual se lamenta   não fazermos parte, embora estejamos no rol de cidades grandes. Ainda predomina no seio da população a “Esperança” e a esperança é o primeiro a nascer, assim como, a base fundamental para se vencer os obstáculos da vida é a paciência e paciência o povo tem demais.

 

A NOSSA CONTRIBUIÇÃO

Desta forma, ainda há tempo de contribuirmos com a administração municipal, existem várias formas de vermos o município progredir a cidade melhorar recuperando o bem estar de todos. Camaçari não pode continuar sendo   um município oscilante, confuso, onde poucos colaboram e dele muitos se aproveitam.

Nossos votos de louvor aos empreendedores e investidores que pelo sim ou pelo não, vem botando fé em Camaçari !

J.R. Mônaco
[email protected]

 

Outros Artigos:

Geral
Escrito por: Raymundo Mônaco
02 de Abril de 2018
 Veja Mais
Geral
Escrito por: Professor Francisco Gutemberg
04 de Setembro de 2017
 Veja Mais
Geral
Escrito por: Raymundo Mônaco
24 de Maio de 2017
 Veja Mais
Geral
Escrito por: Raymundo Mônaco
26 de Abril de 2017
 Veja Mais
 Veja todos os artigos

Buscar em Notícias

Cadastre-se

Receba nossos informativos no seu email:

Enquete

Você avalia o governo Rui Costa positivamente em qual setor?

Resultado

Praça Desembargador Montenegro, n° 35, Centro,
Camaçari - BA
CEP: 42800-020

71.3627-5293
[email protected]

Navegação Rápida